sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Você nasceu para prosperar !!!

Olá, meus Irmãos!!!
A paz do Senhor!! "Subiu, pois, Abrão do Egito para o Negebe, levando sua mulher e tudo o que tinha, e Ló o acompanhava. Abrão era muito rico em gado, em prata e em ouro. Nas suas jornadas subiu do Negebe para Betel, até o lugar onde outrora estivera a sua tenda, entre Betel e Ai, até o lugar do altar, que dantes ali fizera; e ali invocou Abrão o nome do Senhor. E também Ló, que ia com Abrão, tinha rebanhos, gado e tendas." Gn 13:1-5 A prosperidade depende de quem você está associado. Para você ser próspero, deve se aliar a alguém que seja próspero. Você está associado não só a Abraão (Gálatas 3:14), como principalmente ao Deus de Abraão. Em tudo Abraão era próspero. Ló estava aliançado a ele. E o que aconteceu com Ló? Ficou próspero. Por estar associado a Deus, Abraão convidou Ló para estar com ele e, por isso, lhe deu autoridade, legitimação, para que Ló entrasse na prosperidade. Ló só prosperou porque Abraão o convidou à jornada juntos. Porém, vamos observar alguns comportamentos de Ló e de Abraão: 1. Ló andou por interesse Abraão queria fazer de Ló um homem de fé. Ló andava com Abraão apenas para reter os seus interesses pessoais. O que nós estamos vendo é que muitas pessoas se associam a outras não para receber a essência do espiritual, mas, apenas do material. Ló tinha o interesse de ver Abraão prosperando para que pudesse usufruir daquilo que Abraão tinha. Abraão tinha aliança irrevogável com Ló, mas este não tinha aliança com Abraão, a não ser uma aliança de interesses. As alianças de interesse não prosperam. Muitos vêm à igreja porque querem a bênção de Deus. Outros vêm porque querem o Deus da bênção. Todos os que querem somente a bênção de Deus viverão na parcialidade. Mas, todos os que querem o Deus da bênção viverão na totalidade, terão tudo que Deus tem para suas vidas. 2. Ló trazia contendas Os pastores de Ló contendiam com os de Abraão para lhes tirar o rebanho, para roubar pastagens, para lhes tirar os privilégios. Abraão se apartou de Ló e este escolheu a melhor parte, mas, em poucos dias estava paupérrimo, morando numa imoralidade chamada Sodoma, porque deixou de andar com a integridade, a fidelidade, com um homem de aliança e, por causa disso, entrou numa maldição de ruína. Quando começamos a contender, Satanás forja uma estrutura para que entremos em maldição de ruína, porque o espírito de contenda atrai a maldição. Não entre em contendas, e, sim, no sobrenatural do Senhor, fazendo alianças e andando com homens e mulheres de alianças, que sejam comprometidos com o Deus de Abraão. Quando Ló se apartou de Abraão, foi caminhando nas campinas e ele chegou até Sodoma. Todos que entram no deserto sem Deus vão parar numa sodomia, que não é só imoralidade; é lugar de opressão, de regência maligna, um deserto sem fim, pobre, onde a chuva que cai é saraiva e fogo. O que vemos nesse processo é que Ló, por romper a aliança com Abraão, entrou no lugar donde veio a ruína, onde as campinas secaram, e caiu a chuva de fogo e saraiva. Perdeu, ainda, parte de sua família e destruiu toda a sua casa, porque deixou de andar com um homem íntegro. Quando se deixa de andar com pessoas de ética, que têm uma vida fiel com Deus, irrepreensível entra-se na maldição, a sodomia começa a fazer parte do histórico e até a família é petrificada no meio do caminho. 3. Abraão buscou a presença de Deus Abraão, ao sair do Egito, estava muito rico. Ele passou em Betel, onde tinha feito uma aliança com Deus, passou em Ai, onde tinha levantado um altar ao Senhor e, voltando lá, restaurou o altar. Ló também era rico, mas a Bíblia não diz que Ló restaurou o altar. Ele não tinha temor a Deus, nem sensibilidade espiritual. Ló estava com Abraão por interesses pessoais. Pouco interessava a doutrina de Abraão, as dores de Abraão. Pouco interessava Agar e Ismael na história, se Deus cumprisse ou não a promessa de Isaque a Abraão e a Sara. O que interessava era que Ló tivesse as benesses. Abraão restaurou o altar do Senhor, buscou a face de Deus, coisa que Ló não fez. Abraão não ficou rico porque estava no Egito. Para termos prosperidade, precisamos ter sensibilidade do sobrenatural, das bênçãos de Deus. Se você não tiver a sensibilidade dessas bênçãos, vai entrar em ruína. Se você tem a promessa, pode até estar no Egito, mas o Egito não estará em você porque dentro de você está a promessa de Canaã que consiste em sermos prósperos em tudo. Por causa disso, o Senhor vai lhe respaldar, e do lugar de onde menos se tira prosperidade, o Senhor lhe fará próspero em todos os seus caminhos. Deus vai fazer você prosperar no lugar onde você está. Quando a bênção chegar você não terá dúvidas de que foi o Senhor Todo Poderoso, dono da prata e do ouro, que fez você próspero em todos os seus caminhos. Deus começou a trazer um novo mover de finanças para esta igreja. Isso significa que Deus desatou uma unção de finanças na vida dos discípulos. Você, na avaliação de Deus, está aprovado. Creia, tome posse desta palavra. Se você é dizimista, tem o dom da fé. Se não é dizimista, está negando a fé. Quer ficar próspero? Seja ofertante com liberalidade. Oferte sempre o melhor que você puder, para desatar a unção da fé e da prosperidade. Mesmo estando num lugar onde não é provável que se prospere, o Senhor lhe dará o sustento com dignidade e você estará andando por fidelidade e não por interesse, porque você tem o Deus da bênção vivendo dentro de você. Caminhe sem contendas e tenha um coração para apascentar o rebanho de Deus. Levante e restaure o altar do Senhor, para que a cada dia você esteja sarado, com o coração restaurado, restituído nas alianças que você tem com Deus. Encerre hoje todo o Egito na sua vida e entre na terra de Canaã. Visite o link: http://sergioleonardo.com/infoprodutos/ Paz Profunda!! Sérgio Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixe seu comentário.